Google Maps offline agora está disponível no Brasil

Acabou o perrengue para quem quer usar o Google Maps sem internet no Brasil. Uma atualização que começa a ser liberada nesta terça-feira (10) trará a funcionalidade de baixar mapas de determinadas áreas e ter navegação guiada por comandos de voz. O recurso estará disponível para Android (na versão 9.17 do Maps) e será liberado aos poucos. Usuários de iPhone receberão essa atualização em breve.

Com o Maps atualizado, o usuário poderá fazer a busca de uma cidade. Em seguida, aparecerá uma tela na qual você terá a opção de baixá-lo. Após o fim do download, o arquivo constará em uma parte do app chamada “Áreas Off-line”.

Brazil Offroad GIF

Segundo o Google, o recurso foi feito visando o usuário de smartphone que não tem grande franquia de dados ou pessoas que não querem gastar o plano de dados durante uma viagem. Além dos detalhes de ruas, o arquivo baixado conta com detalhes de estabelecimentos (nome, endereço, telefone e uma breve avaliação dos usuários).

O download de áreas do Google Maps é limitado a 2,5 GB. Quanto mais complexa for a extensão selecionada, maior será o tamanho do arquivo. Portanto, você deve ficar esperto com os mapas que você quiser salvar, pois facilmente pode ocupar uns 300 MB de armazenamento do seu telefone. Além disso, o usuário deve ter em mente que a maioria das funcionalidades offline são para quem navega de carro — a empresa disse que planeja melhorar o Maps Offline com direções para pedestres e ciclistas — e não há detalhes de trânsito em tempo real.

O Google diz que os mapas têm validade de 30 dias. Perto da data de vencimento, o Maps sugerirá baixar uma nova versão. Caso contrário, corre o risco do mapa complicar sua vida com alguma direção.

Apesar de ter uma cópia offline do mapa, a princípio, esse download não reduzirá o consumo de dados de um usuário que esteja navegando conectado. “Em um primeiro momento, a opção de ter mapas offline não ajudará a economizar o plano de dados para quem tem conexão. No entanto, o fato de ter os mapas já pré-gravados no telefone ajudará em breve”, explica Marcus Leal, gerente do Google Maps para a América Latina.

O Google liberou mapas offline em 2011 em fase de testes, e oficializou o recurso em 2012 – mas, sem explicar o motivo, retirou o Brasil da lista de países suportados. Nesse meio tempo, o jeito era usar alternativas como o Here Maps. O Google prometeu durante o evento I/O 2015 que iria expandir as funcionalidades offline do Maps em países emergentes, e foi isso o que aconteceu.

O recurso chega em boa hora, sobretudo com essas notícias de corte de internet após fim da franquia. Não custa nada ter uma cópia do mapa da região onde você mais perambula.

via Gizmodo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *