Google Now e Siri são assistentes mais populares

A empresa de análise HigherVisibility revelou detalhes sobre uma crescente tecnologia: as assistentes de voz com inteligência artificial. A pesquisa revelou detalhes que vão desde quais os termos mais buscados pelos usuários até qual é a assistente mais precisa.

Para chegar aos dados, foram entrevistados 2000 donos de smartphones, onde 60% dos usuários utilizam comandos de voz. A adoção da tecnologia acontece pela comodidade: para os usuários, é mais fácil falar do que digitar a pesquisa.

Google Now é popular, mas Alexa é a queridinha

Segundo os dados, o serviço de pesquisa por voz mais presente em smartphones é o Google Now, sistema padrão de aparelhos que rodam Android. O launcher do Google  está em 49,4% dos aparelhos dos entrevistados. Em seguida, aparece a assistente da Apple Siri, presente em 42,5% dos dispositivos.

Google Now e Siri são assistentes mais populares

Quando o assunto é uso diário, os sistemas mais populares acabam perdendo para a Alexa, assistente de voz que equipa produtos da Amazon e dispositivos feitos para Internet das Coisas. Segundo a pesquisa, 37,1% dos usuários usa a Alexa pelo menos uma vez por dia. O Google Now aparece em seguida, com 23,5%.

Como a pesquisa foi feita nos Estados Unidos, onde a Alexa é bastante popular, o resultado possivelmente não representa o cenário brasileiro, já que a assistente de voz da Amazon tem pouca representatividade por aqui.

“Tocar música”

A pesquisa também revelou qual o termo mais ouvido pelas assistentes de voz. Segundo a HigherVisibility, 14,2% dos usuários costuma pedir para o smartphone “tocar música”. Em seguida, com 12,6%, aparece “gerenciar, ativar ou cancelar alarme”.

Além de dizer o que as assistentes costumam ouvir, o estudo da HigherVisibility também concluiu que a Cortana é a melhor em ouvir os usuários. Segundo a pesquisa, a assistente da Microsoft acerta em 93% dos casos. A Alexa aparece em segundo, com uma taxa de acerto de 92,3%. Google Now e Siri também se saíram bem, conseguindo entender os usuários em 90,8% e 82% das vezes, respectivamente.

Abaixo, um vídeo que mostra como a precisão na hora de ouvir o comando de voz é importante:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *