KillDisk agora se comporta como um ransomware

O malware KillDisk, conhecido por apagar os dados armazenados nos computadores, foi atualizado e agora passou agir como um ransomware.

O que é um ransomware?

Ransomware é um tipo de malware que restringe o acesso ao sistema ou certos arquivos e cobra um valor de “resgate” para que o acesso possa ser reestabelecido.

Exemplos conhecidos incluem o CryptoLocker, CryptoWall, CTBLocker, CoinVault e Bitcryptor. No caso destes dois últimos, a Kaspersky disponibilizou em novembro passado uma ferramenta que varre o computador do internauta e recupera os arquivos sequestrados.

A Malwarebytes lançou seu Malwarebytes Anti-Ransomware Beta e a BitDefender também disponibilizou seu Bitdefender Anti-Ransomware.

Já a Emsisoft lançou recentemente o site Emsisoft Decrypter. O site atualmente conta com 14 ferramentas gratuitas para ajudar na recuperação de arquivos bloqueados por ransomwares como AutoLocky, DMALocker2, HydraCrypt e CrypBoss.

Por fim, a AVG disponibilizou recentemente seis ferramentas gratuitas para ajudar vítimas de ransomwares e a Trend Micro disponibilizou uma versão atualizada da ferramenta Trend Micro Ransomware File Decryptor.

Malware KillDisk agora age como ransomware

Malware KillDisk agora age como ransomware

O malware KillDisk foi utilizado em diversos ataques em 2015 e as versões mais recentes agora agem como ransomware.

Ao invés de apagar os dados armazenados, o malware agora criptografa os arquivos e exibe uma mensagem pedindo um pagamento de 222 bitcoins para desbloqueá-los. Esta quantia seria equivalente a US$ 250.000.

Um detalhe sobre o malware é que ele agora também possui uma versão para Linux que pode infectar desktops e servidores.

De acordo com post publicado pelos pesquisadores da empresa de segurança ESET, a rotina e os algoritmos de criptografia da versão para Windows são diferentes da versão para Linux.

Outro detalhe sobre a versão para Linux é que mesmo se o resgate for pago, não será possível desbloquear os arquivos.

via Baboo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *