Procon-SP atualiza lista de lojas online inseguras

Com a Black Friday chegando, os consumidores precisam tomar cuidado na hora de escolher uma loja para fazer suas compras online. A boa notícia é que o Procon-SP atualizou no dia 20 de outubro sua lista com lojas online que devem ser evitadas pelos consumidores.

Com a nova atualização, a lista agora inclui 515 lojas.

Algumas das lojas adicionadas à lista nos últimos meses ainda estão no ar, como a ofertaspremiumbr.com.br, essencialeletro.com.br, kopers.com.br, legendsdobrasil.com.br e a aventurasepicas.com.br.

As lojas online foram incluídas na lista devido ao enorme número de reclamações registradas. Entre as principais reclamações dos consumidores estão a não entrega de produtos e a falta de resposta das empresas para solucionar o problema.

Procon-SP atualiza sua lista com lojas online que devem ser evitadas

Lojas online que devem ser evitadas pelos consumidores

Disponível na seção “Evite esses sites” do site da Fundação Procon, a lista com as 515 lojas online que devem ser evitadas está em ordem alfabética e inclui os endereços eletrônicos dos sites, CPF do responsável ou CNPJ e a razão social das empresas.

A lista com as lojas online que devem ser evitadas pelos consumidores também mostra o status de cada uma delas (no ar ou fora do ar) e a data de inclusão na lista.

Confira a lista completa clicando aqui.

Recomendações

Antes de fazer compras em algum site de comércio eletrônico, os consumidores devem seguir as seguintes recomendações do Procon-SP:

  • Procure no site a identificação da loja (razão social, CNPJ, telefone e outras formas de contato além do e-mail);
  • Prefira fornecedores recomendados por amigos ou familiares;
  • Desconfie de ofertas vantajosas demais;
  • Não compre em sites em que as únicas formas de pagamento aceitas são o boleto bancário e/ou depósito em conta.
  • Leia a política de privacidade da loja virtual para saber quais compromissos ela assume quanto ao armazenamento e manipulação de seus dados;
  • Imprima ou salve todos os documentos que demonstrem a compra e a confirmação do pedido (comprovante de pagamento, contrato, anúncios, etc.);
  • Instale programas de antivírus e o firewall (sistema que impede a transmissão e/ou recepção de acessos nocivos ou não autorizados) e os mantenha atualizados em seu computador;
  • Nunca realize transações online em lan houses, cybercafés ou computadores públicos, pois podem não estar adequadamente protegidos.

No caso de problemas com compras feitas pela internet, a reclamação pode ser registrada diretamente no site do Procon-SP.

via Baboo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *